image1 image1 image1 image1 image1 image1
Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter

Sabe aquela história de que Champagne sem perlage não tem graça? Isto está mudando, nem só de borbulhas vivem os espumantes. Hoje em dia está se dando muita atenção aos aromas desses vinhos, mesmo que o perlage seja sacrificado. Para o desenvolvimento desses aromas, que até então eram secundários em relação às borbulhas, os espumantes estão sendo decantados (na verdade aerados), e para isso há algumas dicas que devem ser seguidas.
champagne3

A primeira dica é se usar um decanter de pescoço longo, bojo estreito, igual ao usado para vinhos tranquilos envelhecidos, que irá gerar uma perda de 15% a 20% do perlage, mas proporcionará aromas que dificilmente aparecem quando o espumante é servido diretamente na taça flute.
champagne2

A segunda é manter o Champagne por 30 minutos em decanter e depois servi-lo em copo para vinho branco e não em copo flute.
champagne1

A última dica é, sempre que possível, passar champagnes envelhecidos, principalmente os safrados, pelos decanters. Nesses vinhos o perlage já não será tão intenso, e os aromas se desenvolverão mais rapidamente, mas não se esqueça de diminuir pela metade o tempo de aeração e servir a uma temperatura um pouco mais alta.

Abaixo 02 curtos vídeos de decantação de Champagne:

http://www.youtube.com/watch?v=aWSsVyEWVuI&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=QGWfqonxv_A&feature=related 

2017  Decantando a Vida  globbers joomla templates