image1 image1 image1 image1 image1 image1
Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter

A primeira vez que tive contato com esse vinho foi em maio de 2011. Nessa época o Domaine de la Romanée Conti já havia arrendado três parcelas de Corton desse produtor, 0,57 Ha de Clos du Roi, que foi o vinho que provei (safra 2004), 0,58 Ha de Les Renardes e 1,19 Ha de Les Bressandes, todos Grand Cru. O DRC começou a produzir seu primeiro vinho tinto na Côte de Beaune em 2009 e só o lançou em 2012. Diferentemente do Prince Florent de Merode que engarrafava esses 03 climats separadamente, o DRC passou a produzir apenas um rótulo de Corton, sem distinção dos terrenos. O nome Prince Florent de Merode aparece no rótulo do Corton feito pelo DRC logo abaixo da palavra Corton.

corton4corton5

Dessa vez provei o Les Renardes 2006 que mostrou uma cor já de evolução, acobreada, levemente atijolada, meio conhaque. No nariz uma ventania de rosas, caju, cereja, pitanga, todas frescas. Uma enxurrada de frescor, acidez e amargor deixam o gole sedutor e sedento. Taninos já muito bem comportados e final imortal. Foi um dos melhores vinhos do ano de 2014, sem dúvida. Daqueles que quando a garrafa termina você a vira de cabeça para baixo e tenta espremer o gargalo para ver se cai mais algum vinho.

Corton-2009-DRC

corton8

 

corton9

2017  Decantando a Vida  globbers joomla templates